Em março a Convisa trouxe, no Instagram, tendências que estão rolando no mundo imobiliário.
⠀⠀⠀⠀
Confira abaixo um pouquinho de tudo!
⠀⠀⠀⠀
Pensando em financiar um imóvel? [Revista Exame]
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para ajudar quem quer adquirir um imóvel, a plataforma digital Melhor taxa montou uma simulação para apontar quanto é preciso dar de entrada para financiar imóveis em três faixas de preço: 400 mil reais, 750 mil reais e 1 milhão de reais. 
⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀

Quem já tem uma poupança equivalente a 20% do valor do imóvel e uma renda familiar a partir de 9.000 consegue dar entrada em um imóvel de 400 mil reais pagando uma parcela inicial em torno de 2.800 reais.

Já no caso de um imóvel que vale 750 mil reais, a renda mínima necessária gira em torno de 17.400 reais, com a primeira parcela em 5.200 reais.

Por fim, no caso de um imóvel de 1 milhão de reais, a família deve ganhar pelo menos 23.000 reais e pagar uma mensalidade de aproximadamente 7.000 reais. Esses são valores estimados para financiamentos de 360 meses com juros de 7% mais TR (taxa referencial).⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀
———————————————————–
⠀⠀⠀⠀
Características sustentáveis ganham força entre tendências para 2021. [Revista Casa e Jardim]
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Iluminação e ventilação naturais, ambientes integrados, economia de energia, plantas em casa e customização estão no radar de tendências para a arquitetura.
⠀⠀⠀⠀
Economia de energia: O uso de placas solares continuará em alta em 2021. Os benefícios vão desde a economia na conta de luz, já que elas captam energia diretamente do sol, autonomia energética e impacto zero para o ambiente.
⠀⠀⠀⠀
Iluminação natural: A técnica se resume basicamente em aproveitar ao máximo a luz do sol para iluminar os ambientes internos, conforme as condições oferecidas pelo espaço, e está cada vez mais em alta.
⠀⠀⠀⠀
Ventilação natural e cruzada: A ventilação natural é importante para garantir o bem-estar e a saúde nos ambientes, através das correntes de vento por meio de janelas e de portas da casa para refrescar naturalmente os ambientes.
⠀⠀⠀⠀
Ambientes integrados: Foi-se o tempo em que a cozinha era separada dos outros cômodos da casa. A conexão traz comodidade, sofisticação e informalidade.
⠀⠀⠀⠀
A era das plantas: A possibilidade de incorporar as plantas no ambiente doméstico gera aconchego e tranquilidade.
⠀⠀⠀⠀
E aí, vai embarcar nessas tendências? Conte conosco para pensar em seus projetos!
 
———————————————————–
 
Brasileiros gastam menos com roupas e mais com artigos para o lar. [Terra]
⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Por conta da pandemia, a casa é o novo foco do consumidor, e as empresas precisam acompanhar as mudanças para superar a crise.
⠀⠀⠀⠀
Dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) confirmam essa tendência: as vendas do setor de cama, mesa e banho cresceram 23,5% só no primeiro semestre de 2020.
Ao mesmo tempo, as vendas de vestuário no varejo caíram 38,6% de janeiro a maio do mesmo ano. 
⠀⠀⠀⠀
A mudança de comportamento do consumidor foi notada também por arquitetos e construtoras. Projetos de home office e amplos espaços estão entre os mais pedidos, tanto para novos empreendimentos, quanto para reformas.
⠀⠀⠀⠀
E aí, gostou das dicas e tendências? Siga-nos no Instagram e fique sempre por dentro!
Conversar agora
Vamos conversar?
Olá, como posso ajudar?